Conheça o tecido Poliéster

Vamos desmitificar o poliéster e entender esse tipo de tecido?

O poliéster é uma fibra sintética obtida através do petróleo. Muito utilizada na indústria têxtil, compondo enchimento de travesseiros, colchas e edredons e na fabricação de tecidos. É bastante resistente, durável, não encolhe e não deforma.

A praticidade dos tecidos sintéticos é um dos principais pontos a favor, e também proporcionam um toque mais sedoso, sendo versátil e de ampla utilização. Ao ser lavado, o poliéster seca muito mais rápido e quase não fica amarrotado.

A História do Tecido

Não podemos negar que o poliéster é resistente quando bem feito, dependendo da qualidade. Esse tipo de fibra foi inventada pelos químicos britânicos John Rex Whinfield e James Tennant Dickson, que lançaram o primeiro poliéster chamado terylene em 1941.

Logo em seguida, durante os anos 1960 a produção de fibras manufaturadas acelerou devido à contínua inovação no mercado, alcançando cerca de 30% do consumo americano, e fibras como o poliéster passaram a ser revolucionárias por oferecerem mais conforto, por brilhar mais e por ser muito mais resistente, características que diferenciam esse tecido dos demais.

A partir desse período, o poliéster passou a ser um tecido bastante popular e consolidado no mercado. Principalmente depois que microfibras foram descobertas e possibilitaram que esse tecido tenha um toque mais suave e natural, com inúmeras aplicações. O material, atualmente, é muito utilizado na produção de tecidos e malhas para camisas, calças, estofados e roupas de cama, e têm como principal diferencial a durabilidade, a retenção de cor e a resistência a rugosidades.

Cuidados com o tecido de poliéster

Leia as recomendações da etiqueta antes da lavagem. A melhor maneira de lavar os tecidos de poliéster é seguir os cuidados de conservação listados na etiqueta.

Lave o poliéster com água morna. Especialistas alegam que a água morna é a melhor para a lavagem de poliéster, pois oferece um meio-termo entre limpeza profunda e proteção. Logo, use apenas água morna para prolongar a vida da peça.

Escolha um sabão comum e não muito agressivo. A maioria dos sabões do mercado é compatível com tecidos de poliéster, mas evite os que sejam indicados para tirar manchas ou para limpeza profunda, pois podem desbotar o tecido e até mesmo comprometer sua qualidade.

Use um pouco de amaciante para reduzir os efeitos da eletricidade estática. Sem amaciante, o poliéster fica muito sujeito a carregar-se de eletricidade estática, o que faz com que ele atraia objetos menores.

Deixe o tecido secar ao ar para manter a qualidade e evitar o encolhimento. A maneira mais fácil de evitar que a peça seja encolhida ou sofra outros danos causados pela secadora é deixá-la secar naturalmente.

Com a evolução da tecnologia no tratamento e propriedade das fibras, o poliéster está se tornando o queridinho dos consumidores por estar cada vez mais fino e delicado, com extrema elasticidade e espessura reduzida, perfeito para se adequar às tendências de roupas de cama, principalmente por ser impermeável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *