Curiosidades do tecido 100% algodão

O algodão é uma fibra branca que cresce a volta das sementes de algumas espécies do gênero Gossypium, família Malvaceae.

Há muitas espécies nativas das áreas tropicais da África, Ásia e América, e desde o final da última Era glacial tecidos já eram confeccionados com algodão.

Atualmente, somente 4 espécies são aproveitadas em larga escala para a confecção de tecidos e instrumentos médicos. É uma planta subtropical, comum no México, Austrália e África. Estima-se que a produção mundial gire em torno de 25 milhões de toneladas anualmente.

Além de leve e confortável, o algodão é natural – diferente de outros tecidos, como a lã, por exemplo, o algodão não é originado de animais.

Sendo assim, além de uma produção mais limpa, o seu descarte também é mais sustentável, já que é um material orgânico que demora apenas cerca de três meses para ser completamente decomposto.

 

Processo de Fabricação do Tecido

No processo de fabricação são entrelaçados fios de trama (transversais) e urdume (longitudinais) na etapa de tecelagem, formando uma tela, que pode ser mais ou menos fechada, dependendo da espessura e da quantidade dos fios.

Nos tecidos planos, a trama fica no sentido horizontal e possui mais elasticidade e o urdume fica no sentido vertical. É pelo urdume que geralmente o tecido é cortado, fazendo o “corte no fio”.

A quantidade de fios em um tecido é determinada pela soma dos fios no sentido vertical (urdume) e horizontal (trama), em um espaço de uma polegada quadrada, o que equivale a 2,54 cm.

Quanto maior a quantidade de fios de um tecido, maior a qualidade, durabilidade e melhor toque.

Fio do urdume (vertical) Fio da trama (horizontal)

 

Todos os produtos da Scavone Casa são 100% algodão, e convidamos você a conhecer toda a nossa linha 200 fios e 300 fios.

A Scavone Casa trabalha com fio penteado, que é um processo especial que “penteia” as fibras, e tornam mais uniformes proporcionando ainda mais qualidade ao produto, além de não permitir a geração de “bolinhas” (pilling).

 

Até o próximo post!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *